quarta-feira, outubro 20, 2010

Ás vezes

Ás vezes eu me canso de ouvir o som das minhas lágrimas caindo pelo chão. Canso de sofrer minhas pequenas dores e não ter com quem dividi-las. Canso de chagar-me tão brutalmente e de não ter piedade de mim. Mas ás vezes gosto de ouvir os pássaros cantando pela manhã, gosto de saber que o sol está brilhando e que tem um dia lindo a me esperar. Gosto de enrolar cinco minutos a mais na cama antes de me aprontar para lutar uma vez mais.
Ás vezes gosto de falar sozinha, porque descobri que sou a melhor pessoa com quem posso conversar. Descobri no silêncio agente descobre o que falar. Descobri que dividir as dores não convém e que devemos dividir sorrisos. Descobri que as pessoas que vão embora não levam pedaços de mim, mas sim que deixam suas marcas em mim. E que as vezes se essas marcas são muito profundas o sentimento da saudade nasce e é ele que me faz sofrer.
Descobri em mim uma amiga que ninguém no mundo jamais vai ter. Ás vezes gosto de culpar as pessoas pelos erros que cometi, e ás vezes gosto de me sentir culpada por eles, pois isso mostra o quanto eu cresci. Ás vezes gosto de ouvir uma música quente em um dia de frio. Pode parecer estranho, mas me sinto aquecida assim. Ás vezes gosto de parecer ser algo que eu não sou, mas essa vontade logo passa porque não importa como as pessoas te vêem, mas sim como você realmente é.
Ás vezes gosto de brigar com todo mundo porque ninguém me compreende bem. Ás vezes gosto de sentir saudades de momentos que não voltam mais. Ás vezes eu me iludo achando que tudo pode voltar a ser como era quando eu era uma criança.
Descobri que não gosto de dormir, descobri que gosto de sonhar, porque só em meus sonhos tudo fica bem. Ás vezes eu acho ruim toda a proteção que ele me dá. Mas assim que eu me machuco, eu ligo para ele, pra ouvi-lo me dizer com sua voz que soa tão doce, que tudo vai ficar bem, tudo vai passar.
Mas sabe o que eu gosto mais? Ás vezes eu gosto de escrever sobre minhas tristezas e minhas alegrias, minhas intermináveis histórias, minhas glórias e epifanias. A sensação de alivio de saber que posso partilhar tudo isso com alguém me faz sentir tão bem, como se meus dedos flutuassem sobre o papel. Gosto de saber que posso fazer alguém que não conheço sorrir e que posso sorrir também. Ás vezes gosto de amar, odiar, sonhar, tocar, sentir, falar, ouvir, cantar, fingir... Ás vezes gosto de viver.
Amanda Souza

11 comentários:

  1. engraçado que lendo o post percebi que somos tudo sempre ao mesmo tempo. as vezes usamos o "as vezes" para adaptarmos as situações da nossa vida.
    parabéns.

    ResponderExcluir
  2. Existe uma história, que as três coisas que mais desejamos na vida, felicidade, liberdade e paz de espírito, são sempre obtidas quando as concedemos a mais alguém. O importante é gostar sempre.

    www.tocadowilliam.com

    ResponderExcluir
  3. lindo do teu blog, na vida passamos por tudo mesmo!
    mais sempre havera alguem que encontraremos paz. tudo tem sua hora. bjj

    http://podercrer.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Amei teu texto , me identifiquei bastante, haha.

    Parabéns, seguindo teu blog já.

    http://unicorniodeepapel.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. lindo, estou seguindo
    passa lá tmb

    http://borboletacarnivora.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. boas reflexões...
    algumas ideias eu concordo, outras não...
    já é alguma coisa
    pensar...
    preste mais atenção em si e em sua volta
    entenda que tudo passa
    e seja feliz

    ResponderExcluir
  7. Viver é um pouco disso tudo..

    Mas quado aprendemos mais sobre o VIVER claro que vamos preferir as coisas boas..


    OOOWWW.. que foto é essa heim modelo show

    ----------------------------------------------


    Deixar o convite aki também para vc visitar

    http://exgalinha.blogspot.com/

    segundo post do blog falando sobre traição

    te espero lá se der

    ResponderExcluir
  8. Oi... ^^
    Eu não disse que eu vinha?? xD

    Seu blog é lindo e vc escreve muito bem. Gosto de textos que falam do que nós somos as vezes. Nós nunca somos a mesma pessoa o tempo todo e se fossemos, que graça teria?

    "Ás vezes eu me canso de ouvir o som das minhas lágrimas caindo pelo chão."
    Eu também.

    To te seguindo...
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Que texto bonito!
    Puxa! você escreve bem
    já pensou em publicar os textos?

    ResponderExcluir
  10. Nossa amei de verdade suas postagens, principalmente essa, td oque vc disse é realmente oque penso,super me identifiquei,só que nunca iria conseguir me expresar como vc fez .... perfeito

    OBS:me dessculpa os erros ai =D
    te seguindo con certeza bjs

    http://diariovirtualderrobertaa.blogspot.com/

    ResponderExcluir