quarta-feira, dezembro 23, 2009

Contradição

Você é como um dia de verão em pleno inverno do qual não posso desfrutar, pois sei que se colocar os pés para fora, o céu azul torna-se cinza e a chuva vai tornar a cair... Como sempre caiu quando era tua.
Você é como o furto proibido, que mexe com meu libido, me enche de desejo, e por fora aparenta ter o mais doce sabor, mas um fruto que não posso desfrutar, pois seu real sabor é amargo, e desce em minha garganta como pregos pontiagudos que me ferem... Como sempre feriu quando era tua.
Você é a prova viva que segundas chances valem a pena... E a terceira, e a quarta, e a quinta! Mas só pelo primeiro mês, que é o tempo que as chances costumam valer, até que expire o prazo... Como sempre expirou...
Você é uma contradição perigosa, uma recaída eterna, um longo e obediente sofrimento, se estás perto, se estás longe, aonde quer que estejas, se do mesmo ar eu respirar, eu já estou de novo entregue á ti e tuas mil faces.
Sabendo que no dia seguinte sua máscara cai, e toda a dor volta, com a mesma veemência e impetuosidade dos velhos tempos.
Fique longe de mim, ó anjo contraditório! Afastai de mim os desejos que me assombram, a tua face de meus sonhos bons, tirai de minha visão estes olhos aparentemente imaculados, de meu olfato este perfume misturado com suor masculino! Carregai para longe os desejos que me afligem, pois se for para ter dor novamente contigo, prefiro tê-la sozinha, distante no silêncio de minhas lágrimas por ti nunca ouvidas, como sempre ignoradas, pois assim, espero que o céu volte seus olhos piedosos para esta proscrita, que roga pela libertação de um amor suicida.
Vá para longe daqui, com tuas mil faces, e deixa minha dor arder, até que cesse.


Amanda Souza
(É incrível como ex-namorados nos balançam, mesmo quando sabemos que eles não valerão á pena...
Mesmo assim, no coração não se manda, mas sim nas atitudes, e a minha é esta: prefiro a distância que ser escrava de novo. Uma hora passa... como sempre passou...)

12 comentários:

  1. É alguns ex são de fato marcantes. Gostei do seu blog.

    ResponderExcluir
  2. Heeeey....
    Amores que acabaram sempre nos marcam e as vezes nós sentimos tanta falta que queremos sofrer tudo aquilo novamentè!!
    BJO
    =)

    ResponderExcluir
  3. Eu já passei por isso por tempo suficiente para não acreditar nesse lance de que no coração não se manda. Voce consegue mandar até mesmo no seu espírito quando percebe que antes de amar alguem, amar a gente. Não existe no mundo alguem que cuida mais de mim do que eu mesmo. Um prato cheio para nos afastarmos de quem nos fere...

    ...principalmente com pregos na garganta. Tá louco rsrs

    Sobre o texto em sim. Muito Bom. Você escreve muito bem. Eu já disse uma isso uma vez mas nao custa repetir. rs

    Beijinho

    Igor André
    (ordemincaos.blogspot.com)

    ResponderExcluir
  4. Tem umas pessoas que realmente marcam, tanto positivamente quanto negativamente..

    ResponderExcluir
  5. Garota, vc escreve mto bem. Me identifiquei bastante.
    Bjo

    ResponderExcluir
  6. Infelizmente sofrer por amor é comum. Tb já passei por isso e tem uma simples receita pra acabar com essa dor: UM NOVO AMOR! Não olhe para trás, olhe para a frente e não se feche com medo de sofrer novamente, pois é isso que nos faz amadurecer e nos tornar melhor. Boa sorte!!

    ResponderExcluir
  7. Oi você denovo!!! Continua se superando hem... vc podia juntar todos esses seus post e publicar em um livro!!!
    Ah, pra você que gosta dos meus desenhos... entra aí: tonmarchi.blogspot.com
    Tchau e até algum dia!!!

    ResponderExcluir
  8. Falando em desenhos... posso te desenhar??? É só você me mandar uma foto sua :D

    ResponderExcluir
  9. Puts! Que palavras.. Adorei!


    Mas ex namorados são um carma. Ou some de vez da vida ou vai te atormentar até nao aguentar mais..
    Mas a gente supera! ahhahahahah

    =*

    ResponderExcluir
  10. Excelente texto. Vou ler mais vezes para assimilar bem. E seguirei o blog, porque achei realmente, muito bom.

    ResponderExcluir