domingo, novembro 29, 2009

Se tivesse que morrer agora e neste minuto, não temeria pois vivi o suficiente para ver o seu sorriso, mesmo que seja somente uma ilusão. Por que viver a vida de sonho em sonho e temer o dia do meu despertar? Se morresse agora, não sentiria dor nenhuma, pois perante a dor que sinto neste minuto a morte seria uma anestesia em meu corpo entorpecido. Amar um sonho não é um pecado, e por você, qualquer pecado se torna graça. Continuar vivendo sabendo que não terei jamais seus lábios é a minha verdadeira punição. Sentir minhas lágrimas ardendo e formando uma trilha em meu rosto, minha punição. Cada vez que fujo me aproximo mais de você, se procurar um refugio, a vida me leva para você. Desejar que o sol me transforme em cinzas, desejar a morte á não tê-lo novamente é pecado, eu sei. Mas prefiro o repouso eterno, do que nunca mais olhar em teus olhos e dizer que te amo. Matar o amor que corre em minhas veias, é matar a mim mesma, e mesmo assim, morrer iludida em tuas palavras
Amanda Souza

Nenhum comentário:

Postar um comentário